skip to Main Content

ENCERRAMENTO: Bem viver: generosidade, gratidão e amor nos guiam a uma existência com propósito e felicidade
Organizador: Movimento TJCC

 

“Durante todo o congresso, foram expostos diversos problemas que a gente precisa trabalhar para melhorar. Para entendermos tudo isso, precisamos nos centrar, entender quais as prioridades e saber elencar as nossas prioridades”, disse Thais Itaqui, jornalista da TV Globo, com atuação em reportagens que abordam causas sociais e direitos humanos, abrindo a roda de conversa.

Thais, Mayana Neiva, artista e ativista, e Lúcia Helena Galvão Maya, professora de filosofia, poetisa e escritora, conversaram sobre a importância de encontrar um propósito guiado pela gratidão, fé e amor para ter forças e determinação para colocar os objetivos em prática e viver bem e com felicidade.

“A sensação que eu tenho, a gt nasce dentro de tantos valores, que muitas vezes são camadas de cultura, e fugimos da nossa natureza. (…) Quando acontece uma ruptura, a gente vai olhar para o valor da vida, mas a gente deveria ver o valor da vida todos os dias e nascer dessa potência infinita de criar conexão. É para isso que a gente vive”, Mayana falou.

Ela também abordou a questão da ideia da finitude aproximar a pessoa da sua essência, valores que ela quer que fiquem da sua vida e encontrar sentido para fazer aquilo que ela quer. Por esse motivo, ela acredita que os pacientes oncológicos costumam ter um grande crescimento espiritual.

Lúcia Helena apontou que “uma das buscas fundamentais do ser humano é encontrar um propósito dentro da natureza, quando temos isso, temos um sentido. (…) Nós vivemos uma época em que buscamos preservar as florestas e animais , mas muitas vezes o que não percebemos é que se não preservarmos a natureza humana, tudo mais será em vão. ”

Back To Top