skip to Main Content
Tudo Sobre O Tratamento Fora De Domicílio (TFD)

Tudo sobre o tratamento fora de domicílio (TFD)

Muitas vezes, o paciente precisa sair de sua cidade e até mesmo estado para tratar o câncer. E o TFD é um direito garantido por Lei. 

Por Natália Mancini

TFD (Tratamento Fora de Domicílio) é um direito oferecido às pessoas com câncer que precisem se deslocar para outros locais para realizar a intervenção terapêutica. Nessas situações, a Lei determina que o governo ofereça uma ajuda de custo para o deslocamento e sobrevivência. Se for necessária a presença de um acompanhante, ele também receberá esse auxílio.

De acordo com um estudo realizado pelo Observatório de Oncologia, essa é uma realidade muito comum para os pacientes de linfoma. Daqueles que realizaram o tratamento entre os anos de 2008 e 2017, 56% precisou sair do seu município e 3% do estado de origem para buscar lugares que disponibilizassem os recursos necessários.

Para a Secretaria de Atenção Especializada à Saúde (Saes), do Ministério da Saúde, esse é um exemplo que demonstra a relevância do TFD.

Em nota, eles disseram ser de extrema importância, pois é um instrumento legal que promove, por intermédio do SUS, tratamento médico a pacientes portadores de doenças não tratáveis no município de origem.

As Secretarias de Saúde Estaduais e Municipais são as responsáveis por definir para onde transferir o paciente. Dessa forma, esses órgãos precisam informar às Comissões Intergestores Bipartite (CIB) quais são as suas estratégias de gestão. Ou seja, quais são os critérios, rotinas, fluxos e recursos financeiros e médicos que estão destinados para o TFD.

Apesar dessa Lei possibilitar que a população tenha acesso à saúde, também acaba causando uma sobrecarga em alguns locais. O mesmo estudo ainda apontou que 25% dos pacientes de linfoma foram a São Paulo para receber tratamento. 11% se deslocaram para Minas Gerais e 10% para o Rio Grande do Sul.

Segundo a Saes, o ideal é que estados e municípios organizem suas estruturas de atendimento para oferecer ao paciente o maior número possível de serviços dentro da região em que reside.

Quem tem direito ao TFD e até quanto tempo dura

TFD, tratamento fora de domicílio, tratamento fora do domicilio, tfd sus, tfd cuiaba, quem tem direito ao tfd , quem tem direito ao tfd e até quanto tempo dura, tratamento fora do domicilio, só acompanhantes, atendimento a domicilio ou em domicilio, como pedir transferencia de um hospital para outro, serviço de acompanhante, tratamento saúde, paciente tem direito a acompanhante, direitos do paciente internado pelo sus, direitos do acompanhante, kilometros sigla, tabela tft atualizada, quem tem direito a alimentação no hospital, tempo de deslocamento para consulta medica, portaria tfd, documento tfd, tfd significado, tfd como funciona, tfd saude, lei tfd, o que significa tfd, formulario tfd, o que é tfd lei do tfd, tratamento fora de domicílio (tfd), o que é tfd e como funciona, tfd tratamento fora do domicílio, valor de ajuda de custo tfd, assistente social no tfdO paciente em tratamento oncológico que já esgotou todas as possíveis formas de tratamento na região onde mora pode ser beneficiado pelo TFD. Entretanto, é preciso que ele esteja realizando a terapia pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e tenha solicitação médica. Além disso, é preciso que a distância entre a casa da pessoa e o centro de tratamento seja maior que 50 quilômetros.

Dessa forma, o pedido não deve ser feito pelo próprio paciente, mas sim pelo profissional que o acompanha.

“A solicitação de TFD deverá ser feita pelo médico assistente do paciente nas unidades assistenciais vinculadas ao SUS e mediante autorização por comissão nomeada pelo respectivo gestor municipal/estadual”, explica Camila Vasconcelos, assistente do Apoio Jurídico da Abrale .

Quanto ao tempo de duração, o paciente gozará desse direito enquanto houver necessidade de fazer o tratamento fora de domicílio.

Casas de apoio – Lar doce Lar

As casas de apoio são os locais responsáveis por receber estes pacientes e seus familiares durante o tratamento fora de sua cidade de origem. E não há, geralmente, um tempo limite para ficarem hospedados.

“Já tivemos pacientes que ficaram mais de um ano e outros apenas semanas.  Entretanto a média é de três meses. Depende do caminhar do tratamento”, conta Malu Prado, assistente social da Casa de Apoio Ameo.

Mas um fato é preciso ser dito: as casas de apoio são muito mais do que um local. Elas se transformam em lar para muitas dessas pessoas, já que com o passar do tempo cria-se uma rotina, novas amizades.

“Sem sombra de dúvidas, as casas de apoio prestam assistência e causam um impacto positivo na vida do paciente”, diz Malu.

Direitos do acompanhante

TFD, tratamento fora de domicílio, tratamento fora do domicilio, tfd sus, tfd cuiaba, quem tem direito ao tfd , quem tem direito ao tfd e até quanto tempo dura, tratamento fora do domicilio, só acompanhantes, atendimento a domicilio ou em domicilio, como pedir transferencia de um hospital para outro, serviço de acompanhante, tratamento saúde, paciente tem direito a acompanhante, direitos do paciente internado pelo sus, direitos do acompanhante, kilometros sigla, tabela tft atualizada, quem tem direito a alimentação no hospital, tempo de deslocamento para consulta medica, portaria tfd, documento tfd, tfd significado, tfd como funciona, tfd saude, lei tfd, o que significa tfd, formulario tfd, o que é tfd lei do tfd, tratamento fora de domicílio (tfd), o que é tfd e como funciona, tfd tratamento fora do domicílio, valor de ajuda de custo tfd, assistente social no tfdNo caso do TFD, o paciente tem direito a acompanhante. Entretanto, é preciso comprovar que a viagem não pode ser feita sozinha para que essa pessoa também receba ajuda de custo. Assim, o pagamento só será feito se houver indicação médica, esclarecendo o porquê da impossibilidade do paciente se deslocar desacompanhado.

Como o TFD funciona?

TFD, tratamento fora de domicílio, tratamento fora do domicilio, tfd sus, tfd cuiaba, quem tem direito ao tfd , quem tem direito ao tfd e até quanto tempo dura, tratamento fora do domicilio, só acompanhantes, atendimento a domicilio ou em domicilio, como pedir transferencia de um hospital para outro, serviço de acompanhante, tratamento saúde, paciente tem direito a acompanhante, direitos do paciente internado pelo sus, direitos do acompanhante, kilometros sigla, tabela tft atualizada, quem tem direito a alimentação no hospital, tempo de deslocamento para consulta medica, portaria tfd, documento tfd, tfd significado, tfd como funciona, tfd saude, lei tfd, o que significa tfd, formulario tfd, o que é tfd lei do tfd, tratamento fora de domicílio (tfd), o que é tfd e como funciona, tfd tratamento fora do domicílio, valor de ajuda de custo tfd, assistente social no tfdNão há uma norma definida para todos os locais. Cada Secretaria de Saúde pode definir qual o melhor fluxo de pagamento, de acordo com a sua realidade. Entretanto, cada município receberá os pacientes de acordo com o orçamento e recursos disponíveis informado para as Comissões Intergestores Bipartite.

“Normalmente, o pagamento é antecipado mediante transferência bancária. No entanto, o paciente ao retornar ao local de origem precisará entregar o comprovante médico de atendimento para alta no TFD”, orienta Camila, assistente do Apoio Jurídico Abrale.

Segundo a tabela TFD atualizada, o paciente recebe R$24,75 para alimentação com pernoite; R$8,40 para alimentação sem pernoite; R$181,50, a cada 200 milhas, para viagem aérea; R$3,70, a cada 27 milhas náuticas, para transporte fluvial e R$4,75, para cada 50km, no deslocamento terrestre. O acompanhante tem direito a receber o mesmo valor.

“Em caso de óbito do usuário em TFD, as despesas com preparação e traslado do corpo serão cobertas”, Camila complementa.

A Saes ainda informa que os valores apresentados na Tabela SUS são de referência. Assim, o gestor do local pode complementar a quantia se achar que há necessidade.

 

Fonte: Revista Abrale

Back To Top