skip to Main Content
Brasil Tem Quase 600 Mil Novos Casos De Câncer Por Ano, Diz Diretora Da OMS

Brasil tem quase 600 mil novos casos de câncer por ano, diz diretora da OMS

O Dia Mundial de Combate ao Câncer, celebrado nesta sexta-feira (4), chama atenção para o diagnóstico precoce, como medida fundamental para evitar complicações e ampliar as chances de cura pela doença.

Em entrevista à CNN, a diretora da Agência Internacional de Pesquisa em Câncer da Organização Mundial da Saúde (OMS), Elisabete Weiderpass, destacou que a doença ainda apresenta um impacto profundo para a saúde global.

São quase 600 mil pessoas no Brasil que, por ano, desenvolvem câncer. E os tipos de câncer mais comuns são os de próstata, de mama, câncer colorretal, de pulmão e de tireoide. Essas são as prioridades em termos de pesquisa e de ações para prevenir e tratar o câncer no Brasil hoje’, afirmou.

Segundo a pesquisadora, a pandemia poderá levar ao aumento dos casos graves de câncer, devido ao atraso no diagnóstico da doença.

‘A pandemia de 2019 teve um impacto grande no diagnóstico, no rastreamento e no início do tratamento de pacientes afetados por câncer. E estamos só agora começando a entender a magnitude que esses atrasos vão ter na sobrevida de pacientes. Em geral, em relação ao câncer, o mais cedo que você diagnostica e o mais cedo que você trata, melhor o prognóstico’, disse Elisabete.

Segundo a diretora da OMS, a cirurgia de retirada dos tecidos afetados pelo câncer ainda é uma das medidas mais importantes para o tratamento. No entanto, a ciência tem alcançado avanços no desenvolvimento e melhorias das terapias contra a doença.

Além da quimioterapia e da radioterapia, amplamente utilizadas contra o câncer, ela destaca a utilização de terapia com prótons, imunoterapia, anticorpos monoclonais, terapia gênica, transplantes e métodos de inteligência artificial.

Ela considera os avanços significativos, mas defende também o investimento em políticas públicas voltadas à prevenção.

‘Os investimentos são suficientes? Não, eles nunca são suficientes. Nenhum país do mundo, nem os países mais ricos do mundo podem se permitir usar todo o arsenal de tratamento que a gente está descobrindo no cotidiano cientificamente. Então, o melhor investimento é realmente na prevenção’, disse.

Segundo Elisabete, a adoção de hábitos de vida saudáveis pode contribuir para o desenvolvimento da doença. ‘A boa notícia é que a maioria dos canceres podem ser evitados. Eu diria que hoje no Brasil cerca de 50% dos cânceres podem ser completamente evitados. E como se evita?! Controlando o fumo de cigarro, o consumo excessivo de álcool, o sobrepeso ou obesidade e alimentação que não é sadia e exposição a agentes poluidores no ar e na água’, afirmou.

 

Fonte: CNN Brasil 

Back To Top