skip to Main Content
Drogas Desabastecidas Sem Fármacos Substitutos Em Oncologia

Drogas desabastecidas sem fármacos substitutos em Oncologia

     Os pacientes oncológicos enfrentam grandes desafios para acessar o melhor tratamento disponível. Apesar dos grandes avanços da ciência e das novas descobertas na área do câncer, os episódios de falta de medicamentos só têm aumentado no país. Uma das possíveis causas é a descontinuação temporária ou definitiva de remédios, como foi o caso do Bussulfano para o Transplante de Medula Óssea.

A partir das diretrizes da Declaração para Melhoria da Atenção ao Câncer no Brasil, o Movimento Todos Juntos Contra o Câncer, as organizações parceiras e seu Grupo de Trabalho de Acesso e Tratamento vêm elaborando iniciativas para solucionar os problemas de comunicação e abastecimento de medicamentos comprovadamente eficazes e utilizados há muitos anos em Oncologia. 

As propostas enviadas ao poder público incluem:

  1. A criação do Sistema de Monitoramento dos Fármacos em Oncologia –  para gerar alertas proativos e oportunos à comunidade médica e outros interessados a respeito de riscos de falta de produtos essenciais. Incluindo a geração de protocolos clínicos alternativos, quando possível;
  2. A elaboração do Programa de Abastecimento de Medicamentos Essenciais – soluções para o abastecimento de medicamentos em Oncologia. Podendo viabilizar alternativas e rápida resolução de problemas através de laboratórios farmacêuticos oficiais, universidades, incentivos às indústrias nacionais, com ou sem um envolvimento de outros países.  

O Movimento Todos Juntos Contra o Câncer, a maior coalizão de Oncologia no Brasil, continuará a defender os direitos de milhares de pacientes com câncer no país.

Back To Top