skip to Main Content
Comissão Debate Falta De Medicamentos Para Pacientes Com Leucemia

Comissão debate falta de medicamentos para pacientes com leucemia

A comissão especial da Câmara dos Deputados destinada a acompanhar ações de combate ao câncer no Brasil reúne-se nesta sexta-feira (25) para discutir a falta de medicamentos para pacientes com Leucemia Mieloide Crônica (LMC) e Leucemia Linfoide Aguda (LLA).

A leucemia mieloide crônica é um câncer que se inicia na medula óssea e invade o sangue periférico. Afeta normalmente idosos. Já a leucemia linfoide aguda é um tipo de câncer do sangue e da medula óssea que afeta os glóbulos brancos e se manifesta principalmente na infância.

Idealizador do debate, o presidente da comissão especial, deputado Weliton Prado (Pros-MG), afirma que os pacientes com câncer têm sofrido com a negligência do poder público no fornecimento de medicamentos como Dasatinibe, Imatinibe e Nilotinibe, usados no combate de LMC e LLA.

“O tratamento do câncer não pode sofrer interrupções ou falhas, pois cada hora sem a assistência adequada aumenta exponencialmente as chances de óbito dos pacientes. A doença pode progredir da fase crônica para a aguda, que, segundo os médicos, é incurável”, explica Prado.

Foram convidados para a audiência pública representantes da Associação Brasileira de Linfoma e Leucemia (Abrale); do Instituto Vencer o Câncer (Ivoc); da Associação Brasileira de Hematologia, Hemoterapia e Terapia Celular (ABHH); e do Ministério da Saúde.

A reunião será realizada no plenário 7, às 10 horas.

 

Fonte: Agência Câmara de Notícias

Back To Top