skip to Main Content
Novo Exame De Mamografia Sem Radiação E Que Não Machuca Os Seios Chega Ao Brasil

Novo exame de mamografia sem radiação e que não machuca os seios chega ao Brasil

A mamografia é o exame para mulheres que desejam analisar as mamas e saberem mais sobre possíveis doenças, como o câncer de mama. É um exame radiológico que faz a avaliação das mamas, e o aparelho de raio-X se chama mamógrafo.

O exame pode detectar lesões benignas e cânceres, comumente apresentados como nódulos, ou calcificações. É uma forma clínica de identificar precisamente o câncer de mama, reduzindo significativamente o número de mortes causadas por essa doença.

O exame de mamografia não é algo confortável a ser feito, é incômodo e resulta em dores nos seios em decorrência do procedimento necessário para se realizar o exame. Contudo, recentemente, chegou ao Brasil um novo modelo de mamografia que promete não machucar os seios e não possui radiação.

Entenda como funciona o exame de mamografia tradicional

Atualmente, existem dois tipos de aparelhos que realizam o exame de mamografia: o digital e o convencional. Os dois são feitos com raio-X, a única diferença é a forma como a imagem é captada.

No digital, o raio-X transmite a imagem imediatamente para a tela do computador, permitindo a armazenagem e recuperação das imagens eletronicamente. No convencional, a imagem é obtida da mama e armazenada em um filme, o qual é processado depois da exposição. Caso aconteça algum problema com o filme, as imagens terão de ser feitas novamente.

A realização do exame é feita de forma ambulatorial. A paciente fica em pé, próxima ao equipamento monográfico que pressionará as mamas, com a finalidade de espalhar o tecido mamário e reduzir as doses de radiações necessárias para obtenção das imagens.

Cada mama é comprimida individualmente, de forma horizontal e vertical. Durante o período do exame, a paciente precisa ficar imóvel, até mesmo segurando a respiração por alguns segundos para que as imagens sejam boas.

A compressão das mamas é importante para que o tecido mamário seja visualizado nitidamente, em detalhes, com a finalidade de encontrar qualquer anormalidade e diminuindo a incidência de raio-X utilizada. O procedimento não é demorado, depois do exame será solicitado à paciente que aguarde alguns minutos para que seja realizada a confirmação das imagens, verificando se estão corretas e nítidas. O procedimento completo leva, em média, de 20 a 30 minutos.

Novo equipamento de mamografia, sem radiação e sem dores

A maior reclamação dos pacientes que realizam o exame de mamografia é referente à dor causada pela compressão das mamas. Contudo, um novo equipamento, desenvolvido pela empresa Hologic, pioneira na criação de tecnologias para mamografias digitais, promete amenizar o incômodo causado no exame. O equipamento chega ao Brasil no segundo semestre deste ano.

A diferença desse equipamento está no compressor curvo, o ‘SmartCurve’. Ele se adapta ao formato da mama, proporcionando conforto e resultados precisos sem danos às imagens, mantendo, assim, a qualidade. A empresa realizou uma pesquisa que mostrou que 40% das mulheres sentem dor ao realizar a mamografia tradicional. Em contrapartida, ao serem examinadas com o compressor curvo, 93% delas não sentiram dor e nenhuma sensação desconfortável.

A especialista em marketing da Hologic afirmou que o produto já está disponível no mercado americano e europeu. Além disso, as instalações em clínicas brasileiras terão início a partir do mês de julho, tanto nas redes privadas, quanto nas redes públicas, no Sistema Único de Saúde (SUS).

Esteja sempre informado para lutar contra o câncer de mama

Estar em busca de informações que possam evitar e reverter o quadro do câncer é uma chance a mais de vencê-lo, assim como conhecer os tratamentos e exames adequados.

O Doutor Guilherme Novita Garcia é um renomado mastologista, além de ser especialista em câncer de mama. Ele conta com diversos projetos que têm por finalidade a conscientização de pessoas sobre o câncer e, principalmente, a informação sobre a importância da prevenção e os possíveis tratamentos para essa doença que vem afetando grande parte da população.

Fonte: Broadcast

Back To Top