skip to Main Content
Crescimento Do Câncer é Retardado Com Alimentos Prebióticos

Crescimento do câncer é retardado com alimentos prebióticos

Um estudo científico feito em ratos demonstrou que o crescimento do câncer pode ser mais lento com a ingestão de alimentos prebióticos, como aspargos e cebola.

Nos testes, os cientistas alimentaram os camundongos com água com infusão de prebióticos e estudaram como os roedores combatiam o melanoma, uma das formas agressivas da doença devido à capacidade de se espalhar para muitos órgãos.

As pesquisas mostraram, pela primeira vez, como os prebióticos povoavam o intestino, o que fortalecia o sistema imunológico. Tendo mais células imunes atacando o câncer, a progressão da doença foi controlada.

Com o estudo, os pesquisadores acreditam que os prebióticos têm o potencial de fazer ‘tratamentos de câncer de ponta’ assim que os estudos puderem ser realizados com seres humanos.

Embora o estudo determine a atuação dos prebióticos no crescimento de tumores, os cientistas ainda não identificaram o mecanismo pelo qual eles fazem isso, por isso devem avançar nas pesquisas.

De acordo com os especialistas, os prebióticos são um grupo de compostos que ajudam a aumentar a variedade de bactérias intestinais. Eles atuam como ‘alimento’ para os probióticos, microrganismos vivos que beneficiam a saúde alterando a composição geral da microbiota.

Segundo os pesquisadores, a composição dessa microbiota intestinal é parcialmente determinada pelos genes, mas também pode ser influenciada por fatores de estilo de vida, como dieta, por isso pode ser modificada ao longo do tempo com uma mudança na alimentação.

Além de aspargos e cebolas, os prebióticos também são encontrados no alho, alho-poró, chicória, alcachofra e banana.

Fonte: Metrópoles

Back To Top