skip to Main Content

Câncer de mama: teste de impressão digital poderia substituir mamografias

Um simples teste de impressão digital para detectar câncer de mama poderia eventualmente substituir a mamografia, salvando vidas e economizando dinheiro, além de aumentar o número de testes realizados, segundo pesquisadores da Universidade Sheffield Hallam, na Inglaterra./

As impressões digitais contêm suor e o teste analisa a composição molecular de uma impressão digital usando espectrometria de massa, um sistema que mede o peso atômico de partículas e moléculas para identificá-las.

‘A maior parte da minha pesquisa tem sido, há quase 15 anos, em ciência forense, mas descobri há alguns anos a possibilidade de passar do diagnóstico forense para o diagnóstico médico usando o suor’, disse à Reuters Simona Francese, professora de espectrometria de massa forense e bioanalítica em Sheffield Universidade Hallam.

Na investigação forense, o objetivo da análise da impressão digital era traçar o perfil de suspeitos de crimes, fornecendo informações sobre o seu estilo de vida. Francese percebeu que o mesmo processo poderia ser utilizado para identificar marcadores de câncer.

‘O suor contém muitas moléculas diferentes, mas o que nos interessa são as proteínas’, disse ela.

‘Essas proteínas, os diferentes níveis de expressão e diferentes fatores de expressão dessas proteínas nos dizem se um paciente tem uma patologia benigna ou tem câncer em estágio inicial ou é metastático. Usamos inteligência artificial para dar sentido a esses dados de espectrometria de massa, ‘ ela disse.

A pesquisa pioneira baseia-se na espectrometria de massa por ionização e dessorção a laser assistida por matriz (MALDI-MS), usando máquinas fabricadas no Reino Unido pela Waters Corporation.

‘A partir da mancha de uma impressão digital’, disse o Dr. Jim Langridge, membro científico da Waters Corporation, ‘podemos realmente determinar amostras de controle de outras amostras potencialmente cancerígenas’.

A esperança é que, no futuro, um simples teste não invasivo de impressão digital possa substituir a mamografia, que além de ser dolorosa ainda exige do paciente que se dirija a um centro especializado, com pessoal treinado, para uma consulta que leva pelo menos 20 minutos.

Simona Frances ressalta, atualmente, mamografias e biópsias são tudo o que temos para identificar o câncer de mama.

‘Eu vou continuar a encorajar as mulheres paa que façam esses exames, porque eles ainda salvam vidas’, finalizou.

 

Fonte: CNN Brasil  

Back To Top